Escolha uma Página

São Paulo precisa dos dois candidatos do PT no Senado: Eduardo Suplicy (nº 131) e Jilmar Tatto (nº 132). O Suplicy você já conhece… Tá na hora de conhecer Jilmar Tatto e as suas propostas. Leia mais na lista abaixo.  

Propostas: 

Soberania Nacional 
“Um país que quer ser verdadeiramente soberano tem de preservar suas riquezas. Não pode ser vendido, como os golpistas estão fazendo. No Senado, buscarei reverter essas transações.”

Um país dos trabalhadores
“Um dos meus objetivos no Senado é garantir que o Brasil pertença, de verdade, às trabalhadoras e aos trabalhadores.”

Preservação das riquezas naturais 
“Somos um povo com história, identidade e cultura próprias, e também devemos preservar nossas riquezas materiais. Uma postura oposta ao que Temer e seus parceiros vêm fazendo.”

Retomada do crescimento
“Precisamos retomar o desenvolvimento econômico e social, golpeado em 2016 com o impedimento da presidenta Dilma. E atingido, agora em 2018, com a prisão política de Lula.”

Contra os atrasos do governo Temer
“Somente com a união dos setores comprometidos com o avanço dos direitos e liberdades será possível reverter os atrasos que o atual desgoverno vem impondo à população.”

Parar o Golpe em curso no Brasil!
“Não podemos permitir que o golpe continue. Porque a vítima, como sempre, é a população brasileira.”

Incentivo aos pequenos e médios produtores agrícolas  
“Para gerar emprego e renda, defenderei uma política de investimento na produção, com atenção especial ao pequeno e médio produtores do campo e da cidade.”

Taxação das Grandes Riquezas
“No Senado Federal, apoiarei todas as intervenções que proponham a taxação das grandes riquezas.”

SÃO PAULO 05.08.2013 – CIDADES METROPOLE – FAIXA CORREDOR ONIBUS – Implantação da faixa exclusiva para ônibus no corredor da avenida 23 de Maio – Na fotoo secretário dos transportes Jilmar Tatto no trecho do viaduto Paraíso – Foto: NILTON FUKUDA/ESTADÃO

Anulação da Reforma Trabalhista 
“Vou lutar para anular a infame reforma trabalhista que retirou direitos fundamentais e históricos das trabalhadoras e trabalhadores.”

Novo pacto Federativo 
“Não é justo que, de cada R$ 100,00 arrecadados no Brasil, R$ 66,00 fiquem com o Governo Federal, R$ 20,00 com os estados e pouco mais de R$ 10,00 permaneçam com as prefeituras. Darei total atenção aos trabalhos da Comissão Especial do Pacto Federativo. É fundamental que se estabeleça uma nova maneira de dividir o bolo, para evitar uma quebradeira municipal.”

Fim da Guerra Fiscal  
“Vou lutar para acabar com a nefasta guerra fiscal que a todos prejudica. No estado de São Paulo, os desgovernos do PSDB têm sido especialistas em ignorar essa questão.”

É por essas e por outras que São Paulo tem que ter os dois senadores do PT no Senado. Jilmar Tatto e Eduardo Suplicy, vão fazer diferente.