O ex-deputado federal e ex-secretário de Transportes do governo Fernando Haddad, Jilmar Tatto, um dos sete pré-candidatos à prefeitura de São Paulo pelo PT, conversou com a TV 247 nesta semana sobre seus planos para a cidade, que para ele “está abandonada”, mesmo com dinheiro à disposição.

“Para administrar uma cidade como São Paulo, você precisa estar dia e noite conversando com o seu secretário, vendo o que está acontecendo, cobrando resultado, e você percebe que tudo que tem a ver com o povo, isso vale na área de ciência social, vale na área de transporte, vale na área da saúde, na área da educação, não tem essa preocupação. É uma cidade que está abandonada e tem dinheiro. Tem R$ 7 bilhões lá parados”, alertou.

Especialista na área de transportes, Tatto propõe reduzir o custo das passagens de ônibus e metrô e, se possível, instaurar a tarifa zero, ou seja, sem custo algum. “Nós temos que apresentar propostas bastante objetivas do que nós pretendemos fazer nos próximas quatro anos com a credibilidade do que nós já fizemos. Uma das propostas é nessa área da mobilidade, que acho que é possível a gente mexer nessa questão da tarifa. Uma coisa chama a atenção: por que o Maranhão, do governador Flávio Dino, consegue dar um salário para os professores acima de R$ 6 mil e o município de São Paulo não consegue?”, questiona.

Assista a entrevista completa:

Por Brasil 247

FacebookTwitterEmailFacebook Messenger