Em entrevista ao  EL PAÍS, transmitida ao vivo nesta terça-feira (18), o pré-candidato do PT a prefeito de SP, Jilmar Tatto, teve mais uma vez a oportunidade de explicar quais serão as suas propostas para fazer com que a maior cidade do país supere o avanço da desigualdade evidenciada pela pandemia do coronavírus – embora já estivesse em crescimento desde que a nefasta política entreguista de Doria e Covas entrou em vigor.

O petista reiterou a importância em radicalizar a proteção social aos que mais precisam e colocar em prática medidas ousadas como a tarifa zero no transporte público. Na conversa de cerca de uma hora (veja abaixo a íntegra), Tatto fez questão de reafirmar seus laços comunitários, “Eu nunca saí da periferia, nunca saí do povo e nunca terceirizei o povo”, afirmou.

Tarifa Zero 

Quando o Haddad disse que era inviável implantar a tarifa zero o contexto era outro. Mesmo assim, nós criamos o passe livre para estudantes. Hoje, a prefeitura tem dinheiro sobrando em caixa e não usa. O transporte público entrou em colapso e precisa ser administrado de outra maneira. A tarifa zero não seria implantada do dia para a noite. Seria de forma gradual. Começaríamos a tarifa zero para os desempregados e depois para os estudantes.

Erro da volta às aulas

Todas as autoridades sanitárias colocam que é uma temeridade as crianças voltarem às aulas. Você pode aumentar muito a contaminação dos alunos e dos profissionais. Pais e professores estão apavorados”Neste ano e mesmo no próximo, haverá termômetros para medir as pessoas para saber se elas estão com febre? Terá água encanada? Sabão e torneiras paras as crianças lavarem a mão? Álcool em gel?”

Prefeitura com dinheiro em caixa

Mesmo nesse momento de recessão e de pandemia a prefeitura tem caixa de 18 bilhões. Está fazendo caixa nesse momento, quando ao meu ver deveria já estar implementando a renda mínima.

Desafios para 2021

Sei do cenário completamente desfavorável que irei encontrar caso eu seja eleito prefeito de SP. Mas nunca fiz nada na vida com facilidade. O que faz a diferença em momentos de crise é ter planejamento e experiência para executar as mudanças. E isso o PT já mostrou que é o único capaz de fazer.

PT e democracia

Ainda há quem insista na ideia de que o fato de haver divergências internas dentro do PT seja um defeito. Na verdade, mostra como o partido está em sintonia com os valores da democracia e se diferencia de todos os outros por promover um debate saudável hoje tão ausente no país.

Força evidente

Em 2018 fizemos a maior bancada na Câmara Federal do país. No Estado de São Paulo, também mantivemos a força apesar de toda a perseguição sofrida pelo partido. É evidente o aumento da confiança na gente. Para se ter ideia, em 2016 tivemos dificuldade em preencher a nossa chapa. Agora, está sobrando pré-candidatos e pré-candidatas.

Assista a entrevista na íntegra: 

Da Redação com informações do EL PAÍS

CAMPANHA PREFEITO: JILMAR TATTO E VICE: ZARATTINI - PT
CNPJ: 38.639.000/0001-09

FacebookTwitterEmailFacebook Messenger