Foto: Filipe Araújo

 

“O PT sempre foi inovador em suas políticas. O PT que começou com orçamento participativo, com os mutirões, com a construção de moradia por autogestão, a descentralização administrativa, os conselhos de representantes, os grupos de saúde da família, as políticas de igualdade racial e das mulheres com a criação de secretarias, e tantas outras inovações”, frisou Jilmar Tatto na noite desta segunda-feira, 5, em entrevista ao redator-chefe da revista Carta Capital, Sérgio Lirio, pelo YouTube.

 

É com esse espírito de legado moderno e inovador no combate à desigualdade e em defesa de direitos, e de empoderamento da população com relação à participação política na administração pública, que Tatto pretende dar continuidade em sua gestão, desta vez como prefeito da cidade de São Paulo. 

 

“O PT com certeza será mais ousado, mais inovador, mais transparente, inclusive, porque nós que criamos a Controladoria Geral do Município na gestão Haddad, e o Doria e o Bruno tiraram. Só que a população precisa disso (transparência e participação política). Eu quero que a população se aproprie do seu território, do seu bairro”, afirma o candidato à prefeitura de São Paulo pelo PT.

 

Para isso, Tatto entende que a cultura seja uma das áreas mais importantes na construção de uma participação política popular efetiva, pois além de fortalecer a identidade cultural, incrementa a economia local com mais geração de empregos.

 

“Hoje, a prefeitura investe menos de 1% do orçamento na Cultura. Nós vamos carimbar 3% na área da Cultura até o final da nossa gestão, e mais 1% só na periferia. Toda essa produção cultural, essa criatividade existente dos povos afrodescendentes, dos povos originários que tem na nossa cidade, e que é o rosto do povo brasileiro, nós vamos potencializar, abrir uma janela para essa juventude gerando emprego, porque a Cultura e a Moradia são duas das áreas que mais geram emprego na cidade de São Paulo”.

 

Um grande exemplo desse investimento cultural para girar a economia é o Carnaval de Rua paulistano. “Foi Haddad que organizou o Carnaval de rua, que sempre existiu, só que a cidade ficava vazia, o povo ia embora da cidade. E o que Haddad fez? Ele potencializou. De quase 100 blocos, surgiram mais de 600 na administração dele. Hoje, milhões de pessoas vem para São Paulo, os hoteis e restaurantes ficam lotados, gira a economia. E é isso que nós vamos fazer. À partir do bairro, da região, por isso que eu quero fortalecer muito as subprefeituras. Os subprefeitos e as subprefeituras serão prefeitos locais, daquele território, com muita participação popular. Isso é inovar!”, exclama Tatto. 

Da Redação

 

CAMPANHA PREFEITO: JILMAR TATTO E VICE: ZARATTINI - PT
CNPJ: 38.639.000/0001-09

FacebookTwitterEmailFacebook Messenger