As fortes chuvas que atingem São Paulo desde a segunda-feira (19) deram uma demonstração do poderá acontecer com a cidade quando o verão chegar. Durante poucas horas debaixo d’água, foram registrados diversos pontos de alagamento, quedas de árvore, complicações no trânsito e risco iminente de acidentes, sobretudo em bairros da periferia localizados às margens de rios, córregos e mananciais.

Como era de se esperar, o candidato do PT a prefeito, Jilmar Tatto, foi um dos únicos a apresentar em sem programa de governo uma série de medidas claras para combater as enchentes e alagamentos em SP. Obras como canalização de córregos, recuperação de margens e programas de revitalização, desassoreamento e despoluição fluvial estão entre as propostas.

A seguir, leia com atenção cada um dos pontos listados e perceba o quanto o petista está empenhado em não só dar início a uma nova fase na história da cidade, como também em colocar um fim em velhos problemas conhecidos pela população.

As propostas de Jilmar Tatto para uma SP sem enchentes:

 

• Ampliar a proporção de solo permeável nas praças e calçadas, equipamentos e edifícios públicos e nos imóveis privados, industriais, comerciais e residenciais.

• Implantar reservatórios de retenção das águas pluviais nas edificações públicas e privadas, com aproveitamento da água para usos nos quais não seja necessária potabilidade.

• Manter o sistema de microdrenagem – bueiros, galerias, canais – completamente desobstruído e, onde necessário e possível, redimensioná-lo para comportar volumes maiores.

• Atuar para que qualquer canalização de córregos seja feita a céu aberto e substituir a implantação de novos piscinões, que geram forte degradação urbana, por outras soluções de retenção das águas pluviais.

• Ampliar os programas de revitalização, desassoreamento e despoluição de rios e córregos.

 

Da Redação

CAMPANHA PREFEITO: JILMAR TATTO E VICE: ZARATTINI - PT
CNPJ: 38.639.000/0001-09

FacebookTwitterEmailFacebook Messenger