Propostas

Conheça algumas das propostas de Jilmar Tatto 13 para construir uma São Paulo de mais oportunidades para todos e todas.

Bilhete Único 4 horas de novo.

É até difícil listar os muitos erros cometidos pelo prefeito durante a pandemia. Mas tirar ônibus das ruas, obrigar o povo a se espremer e reduzir a integração do Bilhete Único estão entre os que mais afetam a população.  Vamos resgatar o que eles tiraram e devolver a cidade ao seu povo. Com a gente, toda frota vai estar nas ruas e o Bilhete Único voltará a ter 4 horas de integração. É menos gasto, menos tempo no trânsito e mais qualidade de vida para o paulistano. 

Passe Livre do Estudante 24 horas.

Com Bruno e Doria, a vida dos estudante de baixa renda se tornou mais difícil. O Passe Livre teve seu tempo de uso reduzido, prejudicando quem mora mais longe do curso. Vamos trazer de volta o que eles tiraram. O Passe Livre do Estudante vai voltar a ser 24 horas por dia, como era com o PT. 

 

Leve Leite de 0 a 14 anos de novo

Com o PT, o Leve Leite atendia mais de 900 mil alunos da rede municipal. Mas Doria e Covas cortaram quase 600 mil crianças do programa. Isso mesmo: 2 em cada 3 crianças foram cortadas do Leve Leite. Vamos retornar ao povo tudo que eles cortaram. Com a gente, o Leve Leite vai voltar a ser para todos os alunos de 0 a 14 anos. 

 

Rede Hora Certa 24 horas


A pandemia e o descaso de Bruno e Doria fizeram as filas por exames e consultas parecerem intermináveis. Nós vamos ampliar o funcionamento das unidades Rede Hora Certa para 24 horas, até zerar essa fila, e voltar a expandir o programa, que foi criado na gestão de Haddad. 

 

CEUs mais forte


Uma das coisas que vou lembrar com mais carinho desta campanha é a grande mobilização feita pelo povo em defesa dos CEUs. Fizemos diversos atos para evitar que Bruno entregue os centros para a iniciativa privada. A luta tem dado certo. Ano que vem, a população pode ficar tranquila. Vamos não só manter todos os CEUs sob administração da Prefeitura como também vamos ampliar os serviços e construir mais unidades. 

 

Minha Casa Paulistana


Bolsonaro substitui o Minha Casa, Minha Vida por um programa fajuto que exclui as famílias mais humildes. Se depender dele, é o fim do sonho da casa própria para quem menos tem. Nós vamos corrigir essa atrocidade. Vamos criar o programa Minha Casa Paulistana e construir 40 mil unidades nos 4 anos de mandato. Todas voltadas para as famílias com renda de até 3 salários mínimos.

Farmácia Paulistana


O Farmácia Popular foi criado no governo Lula para levar remédio gratuito e a custo baixo para os brasileiros. Agora, o programa está sendo desmontado por Bolsonaro. Aqui em São Paulo, vamos trazer de volta o que o governo federal está tirando de você.  Vamos criar o Farmácia Paulistana e garantir remédios gratuitos e de baixo custo ao paulistano.

Renda Básica de Cidadania Paulistana


E é triste saber que, mesmo durante a pandemia, a gestão de Bruno Covas simplesmente deu as costas para os que mais precisam. Mas isso vai acabar. Assim que começarmos a nossa gestão, vamos colocar em prática a Renda Básica de Cidadania Paulistana. Aliado ao Bolsa Família, o programa ajudará milhares de famílias a sobreviver. 


Incentivo para pequenas e microempresas.


Com a crise e a falta de apoio de Doria e Bruno, muitas micro e pequenas empresas faliram ou se afundaram em dívidas. Nós vamos criar um programa de incentivo ao empreendedor. Com esse programa, os proprietários das micro e pequenas empresas vão poder renegociar as dívidas com a Prefeitura com parcelas que caibam no bolso e terão acesso a linhas de créditos especiais a juros baixos. E quem quiser empreender, poderá abrir a sua empresa sem burocracia. 

 


O Passe Livre da Saúde

Quando fui secretário de Transportes, criei o Bilhete Único, o Passe Livre do Estudante e o do Idoso. Agora, vamos criar o Passe Livre da Saúde, que vai garantir passagem para pacientes e acompanhantes com consultas agendadas na Rede Municipal de Saúde. 

 

Transcidadania forte de novo

SP vai ser a cidade do amor, do respeito, das oportunidades e da tolerância. Não vamos aceitar mais que o público LGBTI seja tratado como invisível pela gestão municipal. O Transcidadania, programa criado pelo Haddad e que será ampliado a partir do ano que vem, vai promover a reintegração social e dar todo o suporte para mulheres e homens trans em situação de vulnerabilidade. 

Ônibus de atendimento a vítimas de violência de gênero

Nós vamos investir em novas unidades móveis de atendimento a mulheres vítimas de violência. O ônibus, na gestão Haddad, oferecia acolhimento e orientações diretamente nos bairros, ajudando a combater a violência de gênero em São Paulo.   

CAMPANHA PREFEITO: JILMAR TATTO E VICE: ZARATTINI - PT
CNPJ: 38.639.000/0001-09

FacebookTwitterEmailFacebook Messenger