Às vésperas de ser confirmado como o nome do Partido dos Trabalhadores na disputa ao cargo de prefeito de São Paulo, Jilmar Tatto segue em constante diálogo com a população. Na tarde desta quarta (9), foi a vez de o petista se encontrar com os moradores da Zona Norte da capital, onde visitou o Terminal Pirituba e o Condomínio Barra do Jacaré – obras realizadas durante as gestões do partido.

Primeira parada das agendas do dia, o Terminal Pirituba foi construído durante a gestão da Marta (2001 – 2005) para atender a uma demanda à época das mais urgentes para a população daquela região. Antes da obra, o povo chegava a passar até três horas para chegar ao centro. Hoje, o local recebe ao menos 60 mil passageiros todos os dias e o tempo de locomoção foi drasticamente reduzido.

“Tive a oportunidade de inaugurar este terminal quando era secretário do governo da Marta. Também reestruturamos o sistema de transporte, fizemos um corredor de ônibus que vai até a Lapa, onde fizemos outro corredor. Da Lapa, inauguramos outro até o centro. Essa é mais uma obra do PT, partido que consolidou as principais mudanças em nossa cidade”, relembrou Tatto.

Cercado por apoiadores (todos com máscaras e seguindo as orientações sanitárias), o pré-candidato também reiterou: “só quem teve a experiência, a ousadia e a coragem para fazer isso no passado consegue fazer mais por São Paulo, como a nossa proposta de Tarifa Zero gradual”.

Minha Casa Minha Vida

A segunda agenda de Tatto foi no Condomínio Barra do Jacaré, uma das grandes vitrines do Minha Casa Minha Vida – lançado em 2009 pelo governo Lula, o programa hoje corre sérios riscos de ser extinto por Bolsonaro. A obra vai muito além da questão da moradia: seus quase 600 apartamentos foram construídos essencialmente por mulheres, cuja presença representava 90% da mão de obra no local. Mas não só. O empreendimento é administrado no modelo de autogestão, com todas as decisões tomadas em conjunto por movimentos como MST e União dos Movimentos de Moradia de SP.

“É um momento importante para a gente assumir o compromisso de voltarmos com os mutirões, com estoque de terras. Só o Fundurb (Fundo de Desenvolvimento Urbano) tem mais de R$ 1 bilhão em caixa que a prefeitura não usa para comprar terra nem desapropria edifícios que estão sendo usados para a especulação imobiliária”, apontou Tatto.

O petista também lembrou que “tem milhões de pessoas que moram em áreas irregulares e que poderiam ter casa própria se houvesse interesse do município. É preciso acabar com a burocracia e usar os recursos disponíveis para diminuir a desigualdade na cidade”.

  • WhatsApp Image 2020-09-09 at 18.30.07
  • WhatsApp Image 2020-09-09 at 18.30.02 (1)
  • WhatsApp Image 2020-09-09 at 18.30.01 (2)
  • WhatsApp Image 2020-09-09 at 18.30.00 (1)
  • WhatsApp Image 2020-09-09 at 18.30.03
  • WhatsApp Image 2020-09-09 at 18.30.02
  • WhatsApp Image 2020-09-09 at 18.30.01 (1)
  • WhatsApp Image 2020-09-09 at 18.30.01
  • WhatsApp Image 2020-09-09 at 18.30.00
  • WhatsApp Image 2020-09-09 at 18.29.59
  • WhatsApp Image 2020-09-09 at 18.29.57
  • WhatsApp Image 2020-09-09 at 18.29.56 (1)
  • WhatsApp Image 2020-09-09 at 18.29.56
  • WhatsApp Image 2020-09-09 at 18.30.23
  • WhatsApp Image 2020-09-09 at 18.30.22 (1)
  • WhatsApp Image 2020-09-09 at 18.30.22
  • WhatsApp Image 2020-09-09 at 18.30.20
  • WhatsApp Image 2020-09-09 at 18.30.17
  • WhatsApp Image 2020-09-09 at 18.30.15 (1)
  • WhatsApp Image 2020-09-09 at 18.30.15
  • WhatsApp Image 2020-09-09 at 18.30.14
CAMPANHA PREFEITO: JILMAR TATTO E VICE: ZARATTINI - PT
CNPJ: 38.639.000/0001-09

FacebookTwitterEmailFacebook Messenger