Há uma frase muito usada por clubes de futebol de massa que serve muito bem para definir a história do Partido dos Trabalhadores: não somos um time que tem uma torcida, mas uma torcida que tem um time. É isso mesmo. Quando se trata da militância do PT, não há dúvidas de que ela é, sim, a força que carrega a legenda às suas maiores conquistas.

Mas quando o time joga bonito e apresenta as melhores propostas, até mesmo quem não é torcedor oficial acaba torcendo para que ele vença. Isso explica porque representantes de importantes categorias estão declarando apoio à candidatura de Jilmar Tatto a prefeito de SP. Não porque são petistas de fato; mas porque ele é o único até agora que apresentou um projeto capaz de reerguer a capital e derrotar o neoliberalismo antipovo de Doria, Covas e Jair Bolsonaro – os três maiores inimigos da nação.

Já são cinco os manifestos em defesa de Jilmar Tatto. Confira:

Cultura

O PT-SP e o seu pré-candidato prefeito, Jilmar Tatto, lançaram no dia 14 de agosto, com a participação de artistas e lideranças políticas e culturais, uma carta de compromisso com uma série de propostas para salvar o setor como a criação do Banco Cultura Social, para financiar pequenos empreendimentos do setor, a ampliação da verba destinada à Secretaria de Cultura para 3% do Orçamento Municipal ( hoje é 0,58% ) e a continuidade dos programas criados pelas gestões petistas na prefeitura – a exemplo dos Programas de Fomento ao Teatro, à Dança, à Periferia, entre outros.

Professores universitários

Em manifesto lançado no dia 26 de agosto, nomes de peso da educação pública do país vieram a público para apresentar os argumentos que os fizeram declarar apoio ao pré-candidato petista. “De todos os seus concorrentes quem mais paixão tem por SP é você”, resumiu o professor e ex-ministro da Educação Fernando HaddadAna Estela, também professora e companheira de Haddad, completou: “A gestão Haddad teve algumas marcas importantes e algumas delas deixadas feitas por Tatto”.

Profissionais da educação

Neste sábado (19), foi a fez dos profissionais da educação lançarem manifesto em que reafirma: “queremos um prefeito que faça frente também às políticas privatizantes dos governos Dória e Covas! São Paulo precisa de um prefeito que faça cumprir as metas do Plano Municipal de Educação, que se ocupe da educação na cidade, da creche à pós-graduação, buscando a articulação federativa com o Estado e a União na perspectiva de criação do Sistema Nacional de Educação”.

Sindicatos

No dia 11 de setembro, em encontro virtual, um grupo de representantes sindicais deixou claro que estará com Jilmar Tatto na disputa eleitoral. Isso porque o petista acolheu a categoria e garantiu que eu seu governo não haverá espaço para perseguição aos sindicatos – hoje, infelizmente, os sindicatos estão sofrendo nas mãos da gestão de Covas, que tenta acabar com a autonomia das entidades e proteger os interesses dos patrões.

Moradia

Durante o evento que ocorrerá neste sábado (26), na quadra do Sindicato dos Bancários, no centro, será entregue o Manifesto do Direito à Moradia e à Cidade com Jilmar Tatto. Devido à pandemia, a plenária presencial terá o limite de 500 pessoas em um espaço que cabe 5 mil.

Para o coordenador do setorial municipal de habitação do PT São Paulo, Sidnei Pita, a pandemia potencializou os problemas sociais já existentes e a questão habitacional se tornou ainda mais urgente. “Vivemos um momento de grandes retrocessos com o governo Bolsonaro, Dória e Bruno Covas. Os governos anteriores do PT mostraram avanços importantes no quesito habitacional e Jilmar Tatto ouviu os movimentos de moradia e incluiu no seu plano de governo compromisso com o setor”, afirma Sidnei.

 

Da Redação

CAMPANHA PREFEITO: JILMAR TATTO E VICE: ZARATTINI - PT
CNPJ: 38.639.000/0001-09

FacebookTwitterEmailFacebook Messenger