Guardem bem esta data: 27 de setembro de 2020, dia em que o Partido dos Trabalhadores mostrou o quanto continua forte na cidade de São Paulo. E o grande responsável por reacender a militância nesta abertura oficial da campanha eleitoral é o pré-candidato do PT a prefeito, Jilmar Tatto.

O nome escolhido pela maior legenda progressista do país (e uma das maiores do mundo) mantém há meses uma agenda repleta de compromissos relacionados à sua jornada rumo à Prefeitura. Mas agora é pra valer. E uma ocasião especial exigiria também um evento especial como a Carreata da Arrancada, que mobilizou quase 1500 pessoas divididas em 40 comboios espalhados por todas as regiões da cidade.

Tatto participou da iniciativa realizada no distrito de São Mateus e, ao lado de seu vice candidato Carlos Zarattini, fez o seu primeiro discurso de campanha. A seguir, confira o que de melhor disse o candidato petista:

Legado do PT

Vocês sabem que eu conheço a cidade como a palma da minha mão. Eu tive a oportunidade que o PT me deu de ser deputado estadual, federal, presidente do partido aqui em SP, secretário por duas gestões e posso garantir: tudo o que tem de bom nesta cidade foi feito pelo nosso partido.

O CEU Alto Alegre, aqui em São Mateus, é um exemplo disso. Eu vi ele ser construído e o quanto a população é grata por isso. E hoje eles querem terceirizam esse tão importante equipamento que nós criamos. O PT deixou também para a cidade o Bilhete Único, o Vai-e-Volta, sete hospitais, os corredores de ônibus, os Hospitais Dia, as UBS, fizemos a regularização fundiária e importantes secretaria como a de Igualdade Racial. O nosso legado é incomparável.

Contra destruição tucana

O que a gente faz eles tentam destruir. Tiraram o Leve Leite, reduziram o Bilhete Único, acabaram com o passe livre dos estudantes, tentaram colocar ração humana nas escolas. Mas o povo pode ficar tranquilo porque já no primeiro dia nós vamos reverter tudo o que eles fizeram.

Mas nós não vamos só só voltar o que eles interromperam. Nós vamos ampliar, porque num momento de pandemia, em que a distância entre ricos e pobres está ainda maior, é preciso fortalecer o estado. Está claro para o povo que agora é hora de um estado forte, que acolha o povo.

Bilionários vão pagar a conta

Uma das coisas que também vamos precisar fazer é promover uma grande revolução nessa cidade do ponto de vista da renda das pessoas. Para começar, temos que dar início à justiça fiscal. O pobre não pode arcar com a crise e quem vai pagar as contas serão os bilionários da nossa cidade.

Também precisamos usar o dinheiro que temos em caixa para, por exemplo,  fortalecer o SUS por aqui, vamos fazer concursos públicos em todas as áreas, entre outras coisas. Em julho SP tinha R$ 18 bilhões em caixa, então não é verdade que não tem dinheiro.

Volta às aulas

A insistência do Bruno Covas em voltar as aulas é uma absurdo. A maioria da população não quer isso. O ano já está perdido nesse sentido. Não adianta fazer as cosias sem condições adequadas e colocar em risco a vida de estudantes e todos os que trabalham nas escolas.

Nós Vamos reformar as escolas para esse novo ambiente que teremos no pós-pandemia. Teremos que criar um novo plano pedagógico porque nem todos tiveram as mesmas oportunidades nesse tempo sem aula.

Oportunidades de emprego

Temos que ter uma política de emprego a partir do território. Cada bairro tem a sua própria característica e temos que valorizar isso. Nós vamos criar cooperativas de emprego que fortaleçam as regiões. Hortas comunitárias, cooperativas de reciclagem e outras medidas serão uma forma também de dar emprego pra essas pessoas.

Cultura: janela de oportunidades

A cultura é também uma área que gera muitos empregos. Ela será uma das nossas prioridades. Vamos ampliar o orçamento para 3% e, junto com artistas, elaboramos um grande plano de governo para recuperar o setor. A cultura será uma nova janela de oportunidades, principalmente para os jovens.

Lembro quando fizemos com o carnaval de rua. Antes, todo mundo ia embora da cidade quando chegava o feriado. Desde que o Haddad incentivou o surgimento de blocos e adequamos a cidade para receber as pessoas, o  carnaval de rua de SP passou a receber milhões de turistas. Virou um dos maiores do país.

São Paulo não é uma ilha

Sempre digo que o resultado aqui das eleições municipais vão ser fundamentais para a luta nacional. São Paulo não é uma ilha. Temos que fazer com que a cidade também seja a capital da resistência contra Bolsonaro. Porque com ele não dá para o Brasil sair da crise. Olha o discurso dele na ONU. Uma vergonha. Bolsonaro não tem conserto. Estamos numa crise sanitária, econômica, ambiental e ele não é a solução.

Segurança pública 

Nossa cidade será a cidade do amor, da esperança, da tolerância. Não dá pra aceitar que a PM  todo dia mate negros e negras nas periferias. Enquanto isso, o prefeito achar que não tem nada a ver. O prefeito tem que conversar todos os dias com o governador, saber o que vai acontecer. E a GCM, ao invés de ser um braço da PM, tem que atuar na prevenção, fazer curso de direitos humanos, proteger o povo.

Ideias simples, grandes mudanças 

As soluções para fazer SP voltar a crescer são simples, baratas e, o mais importante, que podem ser executadas. Eu sei fazer isso porque tenho experiência e quero colocar tudo o que aprendi na gestão da cidade. Ninguém acreditava que eu ia colocar o almoço e janta, mas nós colocamos com arroz, feijão, carne, suco natural. Esse é um exemplo. São Paulo não precisa apenas de um prefeito; precisa de um líder.

Leia o que disse Carlos Zarattini: 

Hoje mostramos a força do PT na cidade de São Paulo. E essa força vai ser demonstrado no crescimento da candidatura do Jilmar Tatto nos próximos dias. As pessoas chegam com clareza à conclusão: o Brasil voltou para trás depois do golpe contra a Dilma; São Paulo voltou para trás depois que o Haddad saiu da Prefeitura.

Agora, cada vez mais, se enchem de esperança quando veem a candidatura do PT, de Jilmar Tatto, da nossa estrela brilhando. Nós vamos caminhar tranquilamente durante esses 45 dias mostrando que existe um caminho: é o caminho da solidariedade, da união do povo, e daqueles que querem construir uma cidade mais justa e mais humana.

 

Assista ao pronunciamento na íntegra: 

Pronunciamento e coletiva de imprensa do candidato do PT Jilmar Tatto 13 – “Coração Trabalhador”

Pronunciamento e coletiva de imprensa do candidato do PT Jilmar Tatto 13 – “Coração Trabalhador”

Posted by Jilmar Tatto on Sunday, September 27, 2020

Da Redação

CAMPANHA PREFEITO: JILMAR TATTO E VICE: ZARATTINI - PT
CNPJ: 38.639.000/0001-09

FacebookTwitterEmailFacebook Messenger