O debate sobre a Cracolândia, região no Centro de São Paulo onde se concentra moradores de rua e usuários de drogas,  sempre reaparece durante o período eleitoral. Mas, infelizmente, quase ninguém parece disposto a encontrar de fato uma solução para o local.

Único até agora a apresentar um programa de governo completo para recuperar a capital a partir do ano que vem, o candidato do PT a prefeito de SP sabe como irá amparar cada uma daquelas pouco mais de 1600 vidas que hoje vivem na Cracolândia: trazer de volta o De Braços Abertos.

O ambicioso programa criado na gestão Haddad, com a participação de praticamente todas as secretariais municipais, pela primeira vez na história tratou a Cracolândia com respeito. E os números impressionam: em um ano de funcionamento, o De Braços Abertos conseguiu reduzir em 80% o número de usuários de drogas que circulam diariamente pela região. O local, que chegou a receber por dia um “fluxo” de até 1.500 pessoas,  passou a receber 300 usuários.

Também durante o funcionamento do programa, que oferecia emprego, alimentação, moradia e tratamento de saúde aos dependentes químicos, 9 em cada 10 usuários reduziram o consumo de crack; e 7 em cada 10 começaram a trabalhar. A iniciativa também criou documento de identidade para 84%, mesmo número dos que iniciaram tratamento de saúde.

Não é por acaso que, em visita recente ao local, Jilmar Tatto tenha sido cobrado pelos moradores para que reative o programa. “É o que vou fazer imediatamente assim que assumir a Prefeitura. O programa estava dando certo e só foi encerrado porque a prioridade do Bruno e do Doria sempre foi outra”, avalia o candidato petista.

 

Desmonte de Bruno e Covas

 

Infelizmente, a atual gestão de Bruno e Doria acabou com o programa e colocou em prática uma política higienista, jogando água e agredindo pessoas em situação de rua e dependentes de drogas na região da Cracolândia. Os tucanos também sucatearam ou encerraram serviços como os Centros de Crianças e Adolescentes e o Conselho Municipal de Assistência Social.

 

Propostas de Jilmar Tatto para a Cracolândia e usuários de drogas:

 

• Retomar a política de redução de danos relativa ao uso de drogas por meio do Programa De Braços Abertos.

• Desenvolver, em conjunto com a Secretaria de Saúde, uma Política Municipal de Álcool e Outras Drogas em consonância com o SUS, SUAS, a saúde coletiva, a Luta Antimanicomial, a Clínica Ampliada e compartilhada, a Redução de Danos, a Política Nacional de Humanização, Estratégias e Saúde da Família, Consultórios na Rua, ECA e tantos alicerces já conquistados pela classe trabalhadora.

• Ampliar e descentralizar o Programa De Braços Abertos, com atenção às regiões periféricas. Melhorar as condições de trabalho dos agentes públicos que exercem atividades relacionadas à política sobre drogas.

• Realizar campanhas educativas nas escolas, Centros de Juventude e universidades sobre as diferenças entre drogas lícitas e ilícitas, possíveis efeitos de seu uso em curto e longo prazos, entre outros aspectos. Elaborar material preventivo considerando o protagonismo juvenil: campanhas nas comunidades, cartilhas de redução de danos, banners, panfletos informativos, apresentações teatrais para comunidade e outras ações.

 

Da Redação

 

CAMPANHA PREFEITO: JILMAR TATTO E VICE: ZARATTINI - PT
CNPJ: 38.639.000/0001-09

FacebookTwitterEmailFacebook Messenger