O dia 31 de maio de 2020 já pode ser considerada uma data histórica para a democracia brasileira: num feito inédito, torcedores dos quatro principais times de futebol do Estado deixaram a rivalidade de lado e se uniram contra a onda fascista alimentada pelo presidente Jair Bolsonaro.

O ato, que abafou a mobilização simultânea de bolsonaristas contra instituições democráticas, impressionou o pré-candidato a prefeito de São Paulo Jilmar Tatto. “O que aconteceu domingo me fez lembrar das lutas contra a ditadura e por direitos na década de 1980. As torcidas, sem dúvida alguma, deram início a um movimento histórico”,exaltou, durante live realizada nesta terça (2) com Minduín, presidente da Associação Nacional de Torcidas Organizadas.
Militante de longa data em defesa dos direitos dos torcedores e contra a criminalização das organizadas, Minduím explicou as razões que ocasionaram a inédita união de corintianos, palmeirenses, são-paulinos e santistas. “Desde o início deste governo tem aumentado a insatisfação das torcidas contra o descaso de Jair Bolsonaro com questões ligadas ao Esporte. Esse diálogo proposto pelos coletivos antifascistas das torcidas é uma resposta para se contrapor a isso tudo”, reiterou.

Tatto concorda e ressalta a importância de que o movimento das torcidas se propague também para outros segmentos. “O país estava apático. Parecia que estava todo mundo aceitando a situação. Todo domingo o grupo de bolsonaristas tem saído às ruas como se a maioria estivesse de acordo com eles. E todos nós sabemos que não está. Essa unidade das torcidas tem que servir de exemplo”, conclui.

Dia 7 tem mais. E por todo o país

 

A enorme repercussão dos atos realizados por torcedores paulistas motivou fãs de clubes de outros estados a também se unirem contra o desgoverno Bolsonaro. Coletivos antifascistas de torcedores de pelo menos outras três capitais (Rio de Janeiro, em Belo Horizonte e em Salvador) sairão às ruas no próximo domingo, dia 7, com o mesmo objetivo: gritar e cantar pela democracia.

Assista o programa na íntegra:

Jilmar Tatto e Alex Minduín conversam sobre as manifestações antifascistas deste domingo (30/05).

Jilmar Tatto (Secretário nacional de Comunicação do PT) e Alex Minduín (presidente da Associação Nacional das Torcidas Organizadas) conversam sobre as manifestações antifascistas deste domingo, 30 de maio de 2020.

Posted by Jilmar Tatto on Tuesday, June 2, 2020

Da Redação

CAMPANHA PREFEITO: JILMAR TATTO E VICE: ZARATTINI - PT
CNPJ: 38.639.000/0001-09

FacebookTwitterEmailFacebook Messenger