O candidato do PT à Prefeitura de São Paulo, Jilmar Tatto, recebeu na noite desta segunda-feira (19) apoio de evangélicos em um evento na Sé, região central da cidade. Mais cedo, o grupo havia publicado uma carta em que manifesta sua identificação com o projeto petista e destaca o compromisso de Tatto com as mudanças sociais ao longo de sua carreira.

Ao lado de lideranças evangélicas históricas, como o Pastor Ariovaldo, ex-presidente da Associação Evangélica Brasileira, e na presença de uma plateia formada principalmente por religiosos, o candidato reafirmou sua disposição ao diálogo, à liberdade de crença e à cultura da paz.

“Nós vamos fazer desta cidade a cidade da resistência, a cidade da esperança, onde todos vão caminhar juntos. Quero contar com meus irmãos evangélicos também. No nosso Governo, não vai ter discriminação, nem privilégios para quem quer que seja. Nós vamos debater e lutar contra a intolerância. É com essa cidade que sonho, e é essa cidade que vou construir com vocês”, afirmou Tatto.

Pesquisa Ibope divulgada na última semana indicou que o crescimento de Tatto entre os evangélicos foi superior ao crescimento médio do candidato na cidade. Em um discurso que emocionou o público presente, o Pastor Ariovaldo, cuja trajetória foi dedicada ao ativismo social, disse que o segmento foi traído pela direita que subiu ao poder fazendo uso do discurso religioso como manobra política.

“O nível de frustração de quem lutou ao lado de gente brava, como o Betinho e o Lula, é grande. Nós erradicamos a fome do Brasil e agora ela está de volta. Não podemos fazer história se fizermos a escolha da moda ou se dermos apoio ao grupo dos candidatos que levaram a cidade à essa situação. Nós precisamos votar em quem tem história de combater e vencer a fome. Minha postura sempre foi suprapartidária, mas agora o Brasil vive uma encruzilhada e não dá para brincar com o voto”.

O pastor também lembrou que, como a maior parte dos evangélicos vive nas periferias, são eles a maior vítima dos retrocessos sociais ensejados pela direita. “São nossos filhos que estão sendo assassinados, nosso povo que está ficando sem emprego, agora é hora de reagir. Essa gente usou nosso povo como massa de manobra, não podemos nos esquecer disso”.

 

Mulheres negras

Outro momento de grande emoção no evento foi quando a pastora metodista Eliad Dias dos Santos fez um apelo a Tatto para que as mulheres, principalmente negras e pobres, tenham seus direitos assegurados em sua gestão: “Não estamos aqui só para ouvir ou empunhar bandeiras. Nós temos voz e vamos trabalhar ativamente para que você seja eleito. As mulheres que estão aqui vão fazer jornada tripla para que você vença essas eleições. Então, por favor, lembre-se de garantir nossos direitos, que foram conquistados sob muita luta. Chega dos privilégios aos homens brancos. A gente quer ter esperança, acreditar que é possível”.

Também participaram do ato candidatos ao legislativo municipal e o ex-ministro de Lula Gilberto Carvalho, que discursou em nome do vice na chapa de Tatto, Carlos Zarattini. “Sabemos que quem cuida dos pobres no Brasil são os evangélicos e é com a generosidade de vocês que queremos fazer parceria. Nosso lema é um Governo de participação, de construção coletiva de caminhos, porque ninguém governa sozinho. Não podemos permitir que os responsáveis pela miséria enganem o povo. Vejam o que aconteceu na Bolívia, nós temos chances, sim, de vencer estas eleições”, destacou o ex-ministro.

Da Redação

CAMPANHA PREFEITO: JILMAR TATTO E VICE: ZARATTINI - PT
CNPJ: 38.639.000/0001-09

FacebookTwitterEmailFacebook Messenger